domingo, 18 de setembro de 2011

Everything I Ask For - 4º Cápitulo

Oi Beliebers lindas. Primeiramente, eu queria me desculpar pela demora. Eu realmente estive ocupada essa semana, principalmente porque venho estudando muito, porque o ano está acabando e de jeito nenhum quero ficar em recuperação. Espero que entendam e que gostem do 4º cápitulo :) Amanda.

............................................................................................................................

Luce on.

Suspirei e fechei a porta com força, não me importando se ela batesse em alguma parte do corpo de Justin, deixando-o aleijado.
Justin gritou do lado de fora:

Justin: É melhor vocêr ir, Cinderela. Pattie vai me matar se você não for.
Luce: Sério? Hum, acho que ela não se incomodaria se eu não fosse.
Justin: Muito engraçadinha. Vá, ok? Pattie tá com saudades. Ok, eu não sei o que deu nela, mas...
Luce: Ok, Bieber. Vou estar lá apesar de que sua presença irá me incomodar.
Justin: Também gostei de revê-la.

Vi os pés de Justin se afastarem embaixo da porta. Suspirei aliviada.
Sentei numa poltrona e começei e ler para tentar desestressar um pouco.
-

Olhei para o relógio e vi que já eram 11:30. Eu teria que me arrumar daqui a pouco, e Erik ainda não tinha chegado. Falando, - ou melhor, pensando - nisso, a porta se abriu.

Luce: Até que enfim.
Erik: Oi bebê. Desculpa ter demorado, é que comprei mais algumas coisas além do microfone.

Olhei para sua mão onde segurava várias sacolas. Numa, tinha algo parecido com um fio. Na outra, parecia ser o microfone, mas nas demais eu não sabia do que se tratava.

Luce: Hum. Eriquinho, vamos almoçar fora.
Erik: Onde?
Luce: Na casa da Pattie, minha amiga que conheci quando morei em Stratford. Mãe do Justin.
Erik: Mãe do Justin? - Erik suspirou.

Ele nunca gostou muito do Justin, cujo motivo nunca soube ao certo. Só sabia que tinha algo a ver com rivalidades musicais. Eu não entendia direito essas coisas, então deixava para lá.

Luce: Sim, infelizmente é mãe dele.
Erik: Quem vai?
Luce: Eu, você, Christian, Ashley, Justin, e, ah... Selena.
Erik: Gomez? Hum. Ok, vou guardar essas coisas e me arrumar, tá bom?
Luce: Tá bom.

Erik me deu um selinho e foi para o quarto.
Decidi fazer o mesmo, afinal já eram 11:40. Fui para meu quarto e tomei um banho.
Me vesti (roupa) e passei um pouco de pó.
Erik bateu na porta uma vez, e depois entrou.

Erik: Tá pronta, amor? Tô com fome.
Luce: Tô sim. Vamos?

Erik concordou balançando a cabeça e segurou minha mão, entrelaçando seus dedos com os meus. Fechamos a porta do apartamento, mas antes, eu queria ver se Christian e Ashley já tinham ido.
Toquei a campanhia 3 vezes e nada.

Erik: Eles já devem tá lá.
Luce: É, acho que estão.

Fomos para o elevador, e quando chegamos no térreo, falamos com o porteiro, cujo nome era Theo.

Descemos a rua do nosso prédio, e não foi difícil encontrar a casa de Pattie, pois logo vimos Justin e ela conversando na entrada da casa.

Pattie: Meu Deus, você é a Lucinda?!
Luce: Sim! Que saudades, Pattie!
Pattie: Igualmente querida.

Pattie foi ao meu encontro e me deu um abraço.

Pattie: Como você cresceu! Tem falado com sua mãe?
Luce: Sim, ela estava aqui ontem. Se ela soubesse que a senhora morava aqui, com certeza viria.
Pattie: Senhora não, só Pattie. Hum, a Stella ainda continua ocupada?
Luce: Demais.
Pattie: Sinto muito querida.

Pattie e minha mãe se conheceram quando fui morar em Stratford. Na verdade, quando fui morar lá, minha mãe foi junto para conhecer a casa do meu pai. Pattie e Stella se conheceram e eu conheci o Justin. Depois minha mãe voltou para os EUA e continuou viajando, e eu continuei morando em Stratford por mais 6 meses.

Durante esses 6 meses, Pattie tinha sido como uma mãe para mim. Sempre dizia que tudo ficaria bem, que entendia que eu ficava triste por ter que ver minha mãe sempre viajando. Eu e ela sempre tivemos uma ligação forte.

Luce: Ah, desculpa. Pattie, esse aqui é meu namorado, Erik.
Pattie: Olá. Acho que já vi você em algum lugar...
Erik: Canto na banda "The Roots", senhora. Prazer em conhecê-la.
Pattie: Não me chame de senhora! Estou tão velha assim?
Justin: Não, você é linda, mãe.

Olhei para Justin que não havia falado nada até agora. Ele estava olhando para mim, mesmo falando com Pattie. Desviei o olhar e voltei a olhar para ela.

Pattie: Obrigada, meu bebê. Vamos entrar? Acho que vai chover.
Erik colocou sua mão envolvendo minha cintura, e todos nós entramos.

A casa de Pattie era linda. Eu e Erik ficamos admirando a sala de estar.

Luce: Que casa linda, Pattie!
Pattie: Muito obrigada. Ah, lá vem Christian e Ashley.

Olhei para o lado e vi que meus melhores amigos vinham em minha direção.
Me soltei de Erik, e fui abraça-los.

Luce: Oi, seus chatos.
Ashley: Oi vaca. Oi Erik. Gostando da nova casa?
Luce: Claro que sim.
Christian: E aí Lulu? Fala, Erik.
Erik: Oi Ash. Fala Christian.
Pattie: Garotos, se importam se me ajudarem a terminar de arrumar a mesa? Faltam só algumas coisas, enquanto Justin mostra a casa para Luce e Erik.

Justin: Eu?
Christian: Sem problema, tia.
Pattie: O Justin vai mostrar a casa para vocês garotos.

Justin bufou e fez um gesto com a mão, indicando para que Erik e eu o acompanhasse.
Subimos as escadas e paramos num corredor quando Justin abriu uma porta.

Justin: Banheiro.
Luce: Hum...

Andamos mais um pouco, quando ele abriu outra porta.

Justin: Quarto da Pattie.

E, finalmente ele abriu a última porta, mas vimos que havia alguém ali.

Justin: Meu quarto, caso precisar dele. Hum... Selena?

Selena estava deitada na cama e logo se levantou quando viu que havia mais gente além de Justin.

Selena: Oi amor, estava te esperando.

Selena olhou para mim e sorriu forçado.

Selena: Oi Lucinda.
Ela olhou para Erik e seu humor pareceu mudar imediatamente.

Selena: Aí meu Deus. Você é Erik Stoker!


Erik: É, acho que sou... - disse, ficando sem graça.
Selena: Eu ouço algumas músicas da sua banda.
Erik: Legal... Também ouço algumas músicas suas.

Era mentira. Erik nunca ouvia Selena Gomez, mas ele a achava talentosa como atriz.
Selena sorriu. Justin parecia entediado e ficava batendo o pé no chão para distrair.

Pattie: O ALMOÇO ESTÁ NA MESA!
Justin: A conversa estava tão legal, mas temos que descer.

Ri por dentro, não sabia que Justin era irônico. Todos nós descemos e encontramos Christian e Ashley já sentandos na mesa, e os dois estavam discutindo. Ok, isso não é bem uma novidade já que eles vivem brigando por motivos bestas. Mas eles sabem muito bem que se amam.

Ashley estava reclamando dizendo que alguns homens deveriam aprender a cozinhar, para fazer comida para a família, e Christian dizia à ela que muitos sabiam cozinhar, incusive ele.

Ashley: Você? Cozinhar? Você consegue queimar a panela quando está tentando fazer ovo cozido!

Justin, Pattie e eu rimos. Selena fingiu que achou engraçado.

Justin: Christian e eu somos irmãos, conseguimos queimar a panela tentando fazer ovo cozido.
Christin: Não é verdade Ash... Eu só queimei umas 2... Ou talvez 3 vezes.
Ashley: Aham.

Sentamos na mesa, Erik sentou no meu lado e Justin na minha frente. Selena sentou ao lado de Justin, de frente a Erik.
Começamos a comer, a comida estava ótima.
-
Luce off.
-
Justin on.

Hum, até que minha mãe aprendeu a cozinhar melhor.
Olhei para o lado e vi que Christian e Ashley ainda estavam brigando. Revirei os olhos.
Será que existe algum segundo do dia em que os dois não estão brigando?

Olhei para Luce. Eu ainda não tinha conseguido compreender o quanto ela havia crescido e ficado mais bonita. Ela olhou para mim e 2 segundos antes de desviar o olhar, dei um meio sorriso.


Eu precisava falar com ela. Se eu falasse com Christian, ele não compreenderia e me entederia mal. Não sou tão chegado assim a Ashley para dizer-lhe. Apenas Luce, que conhecia a tanto tempo. Apesar do fato de nos odiarmos, acho que vale a pena contar o que está preso em mim a tanto tempo.

Luce: Chris, por que Caitlin não veio?
Christian: Ela preferiu ficar lá, já tem seu trabalho. E o namoradinho novo...

Christian fez uma careta.

Luce: Ah, que pena.
Christian: Mas ela vem nos visitar. Pelo que ela me disse, daqui a 1 mês.

Luce sorriu, e que sorriso... CHEGA JUSTIN. Você tem que se controlar, só porque ela é bonita, não vai ficar aí babando.
Olhei para o namorado dela, o tal de Erik. Que muleque (apesar dele ser 3 anos mais velho do que eu) ridículo, como alguém poderia namorar isso? E como ele poderia ser famoso? Não entendo certas coisas.

Meu celular vibrou em meu bolso. Peguei-o discretamente e vi que era uma mensagem.

Mesma hora e mesmo lugar hoje?
Vem logo, Bieber. Te espero ansiosamente lá, ok?
-K.

Droga. Eu queria ir. Ou será que era melhor não? Eu precisava falar antes com a Lucinda...
-
Justin off.

-

Luce on.

Ashley e Christian pediram licença e sairam, e fiz o mesmo, já que tinha terminado de comer.
Eles se sentaram no sofá e começaram outra briga, dessa vez sobre qual canal colocar.

Christian: Eu quero ver o jogo de hóquei, falou?
Ashley: Mas eu quero ver Oprah.
Christian: Aff, essa mulher não presta.
Ashley: Presta sim! Coloque lá agora Cristiano!
Christian: Você não manda em mim, vamos ver hóquei.

Suspirei, e me sentei entre eles, tomando o controle da Tv.

Luce: Não vão assistir nada disso. Vamos assistir Discovery Channel.
Christian: Desculpe, mas eu não quero saber como os cavalos tem relações sexuais.
Luce: Tarde demais.

Assistimos Discovery com os dois me cutucando a cada 5 segundos para que eu mudasse de canal. Até que, Selena apareceu.

Selena: Hum, Lucinda. Pode vim aqui rapidinho? Pattie quer que eu mostre o restante da casa.

Me levantei e fui ao seu encontro.
Subimos as escadas e Selena me levou a um corredor que eu desconhecia.

Luce: Legal...
Selena: É.

Selena parou e se virou para mim. Seu rosto não mostrava afeto algum.

Luce: Selena, por que parou?
Selena: Não se finja de desentedida.
Luce: Desculpe?
Selena: O Justin é meu.
Luce: É, acho que disso todos sabem.
Selena: Fiquei sabendo da história quando você morava em Stratford. Ele era caidinho por você.
Luce: Hum, então você deve ir falar com ele, não comigo.
Selena: E você também gostava dele. Não minta.
Luce: Se eu tiver sentido algo por ele, só foi querer perto. Mas nunca cheguei a gostar.
Selena: Você não vai conseguir mentir para mim, Heffer.
Luce: Cara, tu andou bebendo? Sério.
Selena: Não amor! Isso é só um aviso. Longe do Justin, assim fico longe de você.
Luce: Ok, agora é minha vez de falar: Eu tenho namorado. Não suporto o Justin. Não suporto mesmo o Justin. Amo muito meu namorado. E por que queria ter algo com o Bieber?
Selena: Não sei, não te conheço direito para saber do que é capaz. Só tô prevenindo. Cuidado Lucinda, então é isso, espero que tenha gostado da casa!

Selena falou sua última frase alto demais, como se quisesse que alguém lá embaixo escutasse.
Ela se afastou e antes de sumir, me lançou um olhar ameaçador.
Ok, a coitada tinha problemas.
-

Já eram 18:00 e todos nós estavámos indo embora.
Justin deu um rápido beijo em Pattie.


Pattie: Se cuida, filho.
Justin: Você também mãe. Amo você.
Pattie: Também querido. Quando você vai viajar?
Justin: Ainda não sei mãe. Scooter disse que ia me ligar e dizer.
Pattie: Tudo bem. Tchau gente! Obrigada por terem vindo Erik e Luce, fui muito bom revê-la.
Luce: Que isso Pattie, foi ótimo. Adorei revê-la. Ah, cadê Jazzy e Jaxon?

Eu não sabia muito sobre Jazmyn e Jaxon, pois só havia visto os dois uma vez quando tinha ido visitar meu pai em Stratford. Eles eram bem pequenos, aposto que já estão bem grandes.

Pattie: Estão viajando com o pai. Voltam só amanhã.
Luce: Ah, que bom! Amanhã venho aqui vê-los, se não incomodar.
Pattie: Pode vim querida! Então é isso, tchau para vocês.
Ashley e Christian: Tcha tia.
Selena: Tchau sogrinha.

Antes que Pattie entrasse em casa, ouvir-a suspirar.

Me despedi de Ashley e Christian e disse-lhes que iria visitá-los mais tarde. Olhei para Justin e Selena e sorri amarelo. Parecia que Justin tinha algo a dizer.
Erik se despediu deles, e segurou em minha mão e todos nós fomos para casa.

* * *

Eram 20:00 e eu já estava indo visitar Ashley e Christian pela primeira vez. Erik disse que estaria ocupado, ensaiando no quarto.

Antes que eu pudesse abrir a porta, alguém tocou a campanhia.
Abri e porta e vi que era Justin. Eu mereço.

Justin: Oi.
Luce: Oi. O que quer?
Justin: Eu preciso falar com você.
Luce: Já tá falando, pode ir agora.
Justin: É sério.
Luce: O que foi?
Justin: Seu namorado está em casa?
Luce: Aham.
Justin: Então vamos para a minha casa já que Selena saiu.
Luce: Por que eu iria?
Justin: Porque eu quero falar com você.
Luce: Aff, tanto faz.

Fechei a porta com força e acompanhei Justin até sua casa, para ele falar o que quer que fosse.

Luce off.
-
Mínimo 8 comentários pro cáp. 5! :)

.......................................................................................................................
Oi 22ks. Desculpa pela demora, mas eu estava ocupada essa semana.
Espero que tenham gostado desse cápitulo, pois no próximo vocês vão ver (ou não) porque Justin anda tão misterioso.
E quero pedir para quem lê e não segue nem comenta, que sigam e comentem gente! Haha :)

Divulgando pela 2ª vez o blog da vic e da bia
Esse aqui.
Vocês vão adorar do jeito que eu adoro :)

Saindo aqui, amo muito vocês.


Sigam: @iBieberOur s2

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Everything I Ask For - 3º Cápitulo

Iai minhas lindas, Amanda aqui. Como estão?
Esse cápitulo vai mostrar porque Luce e Justin se odeiam, espero que gostem :)

Para terminar eu gostaria de divulgar a #ib das minhas vadias mais lindas. Então, a #ib é essa aqui. Leiam amores, vocês vão amar! :)
Então é isso, beijos 22ks.

..............................................................................................

Luce on.


Justin se virou e saiu. Respirei fundo para não correr até o elevador ainda aberto e puxá-lo pelos cabelos.

Fechei a porta com força e tentei ficar calma. Eu realmente não suportava esse menino.
Sentei no sofá, e liguei a Tv.

Mas não consegui evitar, um flashback invadiu minha mente...

Luce off.


26 de Fevereiro de 2008.
Quarta-Feira

Justin: Cinderela, você ainda não me respondeu...
Luce: Ah! O que você perguntou mesmo JayB?
Justin: Se você quer ir ao baile comigo...?

Luce estava tão destraída com o trabalho que tinha que entregar na próxima aula, que nem escutou o que Justin tinha dito.
Luce estava no 7º ano, tinha 11 anos. Justin tinha 13 e faria 14 daqui a 4 dias. Justin estava naquela época que era zoado por causa de suas roupas e do seu tamanho. Ele já tinha postado alguns vídeos no YouTube, mas não era tão popular. Ainda.
Luce era popular no colégio, - mesmo tendo entrado lá a pouco tempo - muitos de seus "amigos", não aprovavam sua amizade com Justin.

Luce: Ah, claro que sim.
Justin: Que bom que finalmente aceitou. A gente se vê sexta então?
Luce: Claro.

Luce sorriu para ele, e Justin deu um beijo em sua bochecha, e virou o corredor.

Luce havia se mudado do Brasil há pouco tempo, mas sua mãe achou melhor que morasse com seu pai por pelo menos 6 meses, agora que seu trabalho estava indo bem e ela só vivia viajando. Luce já conhecia Christian e Ashley há 2 anos, mas conheceu Justin, Ryan, e Chaz desde que tinha chegado em Stratford, há um mês atrás.

Justin virou o corredor e comemorou por causa da resposta de Luce.



Chaz e Ryan estavam logo perto, e quando o viram, perguntaram:

Ryan: Hum, vejo que está mais feliz que quando a tia Pattie comprou um saco enorme de jujubas.
Chaz: E quando ela disse que pôneis existiam. Justin ficou tão feliz.
Ryan e Chaz cairam na gargalhada. Justin ficou um pouco irritado, mas eles não iam estragar sua felicidade.

Justin: Fala sério, eu só tinha 5 anos, Chaz. E Ryan, quem não ficaria feliz ao ganhar um saco enorme de jujubas?
Ryan: Tanto faz, seu corno. Mas me conta Jusmento, porque está tão feliz?
Chaz: Finalmente saiu do armário?
Justin: Muito engraçado vocês. Eu vou pro baile com a Lucinda.
Ryan: Hum... Cara, a mina tá precisando de um médico, concorda comigo, Chaz?
Chaz: Aprovado. Aliás, minha mãe vem já, ela poderia levá-la pro hospital aqui perto...
Justin: Ah, calem a boca idiotas.
Chaz: Mas, sério... O QUE ELA VIU EM VOCÊ?
Ryan: POR QUE NÃO EU?
Chaz: Porque eu sei muito bem que você prefere pessoas que tenham pinto. Ela poderia ter me escolhido, não?
Justin: Fala sério, vocês nem são tão chegados a ela.
Ryan: Você também não, conheceu a Luce há um mês e já tá caidinho por ela!
Chaz: Você vai dizer que gosta dela?
Justin: Hum... Eu não sei.
Ryan: Ok, tamo indo, se não a tia de História vai nos deixar para fora.
Justin: Falou, eu também tenho que ir pra aula de Inglês.
Chaz: Falou, otário.

Chaz e Ryan se afastaram, indo para suas aulas e Justin fez o mesmo.

* * *
28 de Fevereiro de 2008.
Sexta-Feira

Era sexta e todo o colégio estava ansioso por causa do baile.
Luce se vestiu (roupa) e foi para o colégio, chegando lá às 8:30. Ela olhou ao redor e viu muitas pessoas dançando, claro, e viu Justin logo a seguir. Ele sorriu para ela, e ela devolveu o sorriso.

Justin: Você tá linda.
Luce: Obrigada JayB, você também.
Justin: Vomos dançar...?
Luce: Claro né.

Justin e Luce dançaram músicas agitadas, e Luce não parava de ouvir as pessoas dizendo: "Lucinda está com o Bieber?" e "O que deu nela?" mas Luce não ligava. Estava se divertindo muito.

Quando já era 9:30, Justin disse que ia pegar uma bebida para eles.
Luce: Vê se tem suco, tá? Se não tiver, um refrigerante mesmo...
Justin: Ok cinderela.

Justin foi até o balcão onde estavam distribuindo bebidas, e pegou dois copos de refrigerante, já que não tinha suco. Chaz, Ryan e Caitin estavam vindo em sua direção.

Chaz: Iai maluco! Pegando a Lucinda, né?
Justin: Tô pegando o refrigerante.
Ryan: Não, seu ótario. Já deu pelo menos um selinho nela?
Justin: Não. Cadê o Chris e a Ashley, Cait?
Caitlin: Estão dançando. Muito engraçado vê-los assim, ficam brigando o tempo todo.
Ryan: Não muda de assunto, boiola.
Justin: O que foi?
Chaz: Duvido você beijar a Luce.
Ryan: Aposto $10,00.
Justin: Não vou apostar nada. Dá licença.
Chaz: Claro que não vai apostar, sabe que vai perder.

Ryan e Chaz imitaram uma galinha, fazendo Justin se irritar.

Ryan: O que você acha, Chaz?
Chaz: Acho que ele não tem coragem de beijar um bicho de pelúcia, vai beijar a Luce?!
Justin: Beijo sim.
Ryan: Um bicho de pelúcia?

Chaz, Ryan e Caitlin riram, e Justin contraiu o maxilar.

Justin: Beijo a Luce.
Chaz: Aham. Eu sou o filho da Madonna.
Ryan: Se você beijar a Luce, damos $10,00 cada um. Mas se não, você dá $10,00 para cada um.
Justin: Não gosto muito dessa coisa de aposta...
Chaz: Ih, já tá amarelando.
Justin: Não tô amarelando.
Ryan: Então... feito?
Justin: Feito.
Caitlin: Justin, acho melhor não.

Mas nada adiantou: Justin já havia saído de lá indo em direção à Luce. Ele entregou a bebida dela e logo tomou a dele.

Luce: Obrigada. Por que demorou?
Justin: Eu tava... Hum, resolvendo uma coisa.
Luce: Ah. Daqui a pouco vou ter que ir embora, minha mãe vem me buscar às 10:00 em ponto.
Justin: Que pena...

Justin estava indeciso. Ele queria beijá-la, mas não pela aposta, ele gostava dela. Mas não sabia como ela iria reagir e não se sentiria bem se a beijasse e ganhasse dinheiro por isso.

Luce terminou de tomar o refigerante, e olhou para o relógio. Faltava 10 minutos para às 10:00.

Luce: Acho que vou esperar minha mãe lá fora...
Justin: Não.
Luce: Desculpe?

Justin avançou em Luce lhe dando um selinho, pegando-a de surpresa.


Luce: O que...?
Justin: Tenha uma boa noite.
Luce: Justin!

Justin já havia saido dali. Luce estava completamente confusa. Não acreditara que ele tinha feito isso. Ela estava confusa com seus sentimentos: Gostava de Justin mas do que como um amigo?

Caitlin se aproximou dela, e falou baixo só para Luce ouvir:

Caitlin: Chaz e Ryan apostaram com Justin. Se ele beijasse você, ganharia $10,00 de cada um.
Luce: Ele não fez isso!
Caitlin: Pior que fez. Eu tinha que avisar, não poderia deixar isso assim.
Luce: Eu sei, obrigada. Ah, esse moleque vai ver.

Luce foi para casa com muita raiva. Não acreditara que foi usada para conseguir dinheiro. Ela pensava que Justin era seu amigo, não um cara que achava que poderia conseguir dinheiro com isso. Luce nunca tinha beijado alguém, por mais que tenha sido um selinho, mas não queria que o 1º fosse um cara que tivesse feito uma aposta.

* * *
3 de Março de 2008
Segunda-Feira



As coisas tinham mudado. Luce ignorava completamente Justin e ele vivia atrás dela querendo saber o motivo. Mas isso durou pouco, até Justin passar a ignorá-la também.

Luce agora era a "líder" dos xingamentos para Justin. Ela o xingava como "Bieber e sua roupa de mendigo", "Pegou a roupa de qual mendigo hoje, Bieber?" "Meu irmão de 10 meses é mais alto que você" e todos a sua volta faziam o mesmo, já que ela tinha muitos amigos, e eles achavam engraçado.

Justin ignorava Luce e o resto daqueles que lhe xingavam. Ryan e Chaz estavam do seu lado, mas Ashley e Christian estavam meio à meio. Justin e Luce tinham errado, nenhum estava certo com o que fez.

O tempo foi passando, e Luce e Justin se odiavam cada vez mais.
Justin estava com 14 anos, e mais popular do que nunca com seus vídeos no YouTube.
-

Justin tinha viajado com Pattie, para assinarem um contrato em Atlanta que o tornaria famoso.
Ele estava muito feliz, mas ainda era criticado no colégio.
Luce ficaria em Stratford por mais dois meses, e depois iria para San Francisco, onde sua mãe estava morando.

Os meses foram se passando, e Luce saiu de Stratford e foi para San Francisco. Se despediu de seus amigos, e prometeu que continuariam visitando-os nas férias de verão.

* * *
24 de Julho de 2010
Domingo


Justin Bieber agora era um nome conhecido em todo mundo. Tinha milhões de fãs, chamadas Beliebers, e tinha vários compromissos durante a semana. E estava em um deles, numa entrevista para um progama de Tv dos EUA, quando Luce ligou a Tv e sem querer, viu um pedaço da entrevista.

Entrevistadora: Você já beijou quantas garotas?
Justin: Eu não gosto de falar sobre isso, mas foram mais de 10.
Entrevistador: Nossa, é muito para um garoto de 16 anos. Meu filho tem 20 e até agora só me beija.

Justin riu e Luce ia mudar de canal, mas desistiu por causa da próxima pergunta.

Entrevistadora: Quando e como foi seu 1º beijo?

Justin parou de sorrir e pensou como se estivesse se lembrado de algo ruim ou que sente falta.

Justin: Foi num baile. Fui rápido, ela não teve escolha.
Entrevistadora: Qual o nome dela?
Justin: Eu... Não me lembro. - Justin forçou-se a dizer, mas se lembrava muito bem.

O coração de Luce estava batendo forte. Como assim não se lembrava?

Entrevistadora: Você gostava dela?
Justin balançou a cabeça, negando.


Justin: Não... Só a beijei porque tinha feito uma aposta.
Entrevistadora: Uma aposta?!
Justin: Sim... $10,00 se eu a beijasse.
Entrevistadora: Que coisa feia, Bieber! Quanto vocês dão à ele para ele me beijar também?!

A entrevistadora perguntou para a plateia e fez todos rirem, inclusive Justin.
Mas Luce não estava rindo. Segurou o controle da Tv com força, e agora tinha certeza de que Justin mudara por causa da fama, estava muito metido, e agora sabia que não gostava nem um pouco dele.

Justin achava a mesma coisa. Achava que depois do baile Luce mudou completamente por ter sido popular. Estava fresca, patricinha, mas não era nada disso. Ela estava assim pois tinha descoberto sobre a aposta, e se magora com isso. Mas se Justin tivesse pedido desculpas, ela aceitaria. Demoraria, mas aceitaria. Mas ele não foi, já que ela passou a xingá-lo.

E ficou assim até Luce fazer 17 anos e Justin 18.
Agora ele tinha uma namorada famosa. Luce também tinha um namorado famoso. Não muito, mas famoso.


* * *
Luce on.

Afastei todas essas lembranças da minha cabeça. Nada importava agora.
O que realmente importava era onde meu namorado estava. Era 22:30 e nada de Erik.

E no mesmo momento em que esse pensamento surgiu em minha cabeça, a porta se abriu.

Luce: Até que enfim! Por que demorou?
Erik: Você sabe amor... A casa do Nathan é em outra cidade, e tivemos que ensaiar quase todas as músicas por causa do show que vai ter semana que vem. Não precisava ter se preocupado.
Luce: Mas me preocupei.
Erik: Awn, você poderia estar domindo, aposto que toda essa mudança tenha sido cansativa para você.
Luce: Mas...
Erik: Sem mas. Vamos pro quarto?
Luce: Vamos...
Erik: Você parece um pouco tensa. Aconteceu algo?

A visita de Justin e Selena e a lembrança que tinha invadido minha mente, surgiram em minha cabeça.

Luce: Não. Nada.
Erik: Ok.

Erik deixou suas coisas em cima da mesa, e me acompanhou até meu quarto.

Erik: Tá muito cansada, amor?
Luce: Muito.
Erik: Então deixa para lá.

A pitada de malícia sumiu de seus olhos e me deitei rapidamente na cama. Erik deitou ao meu lado, me puxou para perto e consegui ouvir sua respiração em meu ouvido.

Erik: Amo você.
Luce: Também amo você.

E logo adormeci.

* * *

Acordei às 10:00 e Erik não estava mais do meu lado.
Me levantei rapidamente e vi que tinha um bilhete em cima da mesa.

"Fui comprar um microfone novo. O meu não quer pegar. Amo você."

Suspirei e fui até a cozinha pegar algo na geladeira. Eu queria aproveitar o pouco tempo que Erik e eu tinhamos juntos. Espero que ele não demore...

Tomava meu suco, quando bateram na porta.
Erik? Não podia ser, ele tinha a chave do apartamento. Mas poderia tê-la esquecido, não?

Abri a porta e vi a última pessoa que eu queria ver usando um pijama curto.

Luce: O que você quer?
Justin: Gostei do pijama. Bem sexy.
Luce: Cala a boca garoto. O que está fazendo aqui?
Justin: Você acha que eu queria estar aqui?
Luce: Claro, parece que não aguenta 1 minuto sem me ver.
Justin: Muito engraçadinha. Vim dá um aviso de Pattie.
Luce: Hum. Quer dizer que ainda mora com ela?
Justin: Não moro. Ela mora à duas quadras daqui. Eu moro com a... Hum, Selena.
Luce: Ah, o que ela disse?
Justin: Ela me ligou e está chamando todos para almoçar na casa dela.
Luce: Todos quem?
Justin: Eu, Selena, Christian, Ashley, Você e seu namorado.
Luce: Hum, ok. Eu vou. Mas vou pela Pattie.
Justin: Sei... Não vive sem mim.
Luce: Faça-me rir.
Justin: Tanto faz. Então tá, tchau. Ah, e mais uma vez: Gostei do pijama.

Suspirei e fechei a porta com força, não me importando se ela batesse em alguma parte do corpo de Justin, deixando-o aleijado.

Luce off.
-

Mínimo 8 comentários para o próximo cápitulo! :)


.........................................................................................................
Minhas lindas <3
Estão gostando? Odiando? Respondam.
No próximo cápitulo vou falar sobre o almoço na casa da Pattie. O negocio vai pegar! HAHA.
Diminui a meta dos comentários porque teve poucos no anterior. Acho que vocês não estão gostando, pelo jeito!
): Mas falem se estão ou não, ok? É sempre bom ter novas opiniões.

Amo vocês! Até o próximo cápitulo (:


Sigam: @iBieberOur s2

domingo, 11 de setembro de 2011

Everything I Ask For - 2º Cápitulo

Luce on.

Subi as escadas, estava um pouco nervosa para encontrar o elevador, e finalmente chegando no 5º andar, e tocando a campainha do 5A, minha mãe abre a porta e... Não pode ser.

Minha mãe, Christian, Ashley e Erik estavam na entrada do apartamento, usando uns chapéus pontudos de aniversário.

Ashley, Christian, Erik e Stella: SURPRESA!

Olhei para eles sem entender nada, e meu olhar permaneceu em Erik enquanto ele sorria para mim.

Luce: Como...? O que está acontecendo aqui?
Stella: Feliz aniversário, filha.
Luce: Meu aniversário foi há 3 dias...
Christian: E DAÍ? CADÊ MEU ABRAÇO, LULU?

Christian foi até mim e me deu um abraço. Logo em seguida, Ashley e Erik fizeram o mesmo.



Os abracei com muita força. Havia 6 meses que eu não via Ashley nem Christian e quase um mês sem ver Erik. Quando me soltaram, olhei para eles esperando uma explicação, mas não a deram.

Christian: Ashley nos fez usar esses chapéus ridículos, isso tá coçando.
Ashley: Jura? Agora tá doendo também.

Ashley puxou o elástico que fazia com que o chapéu se segurasse pelo queixo, e depois soltou.

Christian: AI!
Ashley: Aposto que nem doeu. L., que saudades!
Luce: Também Ash. Me explica o que está acontecendo?!
Ashley: É...
Stella: Ashley, Christian e Erik vieram fazer uma surpresa.
Luce: É tão bom tê-los aqui, mas de quem é esse apartamento?
Stella: Seu.
Luce: Como?

Olhei espantada para eles.

Christian: Eu, Stella, Ash e Erik demos uma quantia em dinheiro para comprarmos esse apartamento para você e Erik morarem. Ah, e seu pai, o tio Tom, ajudou também.

Erik ia morar comigo? Mas peraí, eu ganhei um apartamento?

Luce: Isso explica...
Stella: Porque não trouxe minhas malas para cá e não trouxe sua irmã? É, acho que explica.

Olhei para minha mãe sem entender nada. Ela iria deixar eu morar com meu namorado? Tipo, deixar eu morar com um garoto?

Você: Mas mãe... E o Bob?
Minha mãe riu. Christian e Ashley olharam para ela sem entender nada.

Stella: Eu disse aquilo para você comprar o vinho, querida. Mas na verdade, eu ia chamar Christian e Ashley para irmos para cá e terminarmos de organizar as coisas.Link
Ótimo. Então ela não estava namorando. Os namorados na minha mãe, só queriam 2 coisas com ela: sexo e dinheiro. E ela sempre acabava sofrendo por causa disso.

Luce: Mas e aquele cara que falou comigo?
Christian: Acho que sei quem é. Ele tem voz de drogado?
Luce: É.
Christian: Justin. Ele mora bem em frente.
Luce: Justin Timberlake?

Olhei para ele, esperançosa para que sua resposta fosse "sim".

Christian: É, o Justin Timberlake estava na casa do Justin Bieber fazendo churrasquinho com algumas brasileiras popozudas sambando.

Ashley lhe deu um tapa, provavelmente por ele ter usado "popozuda" na frase e falado das brasileiras. Era incrível como Chris conhecia os brasileiros e seus costumes.

Tudo por causa de mim.
Sou brasileira, mas morei no Brasil por apenas 10 anos e depois nos mudamos para os EUA por causa do trabalho da minha mãe.

Christian olhou para todos ao seu redor e começou a rir da sua piada.


Luce: O que ele está fazendo em Atlanta?
Christian: Sei lá cara... Tipo, morando! Há muito tempo.
Luce: Tanto faz. Ele não morava em Stratford?

Ashley e Christian reviraram os olhos. Claro que ele não morava em Stratford se ele morava em Atlanta, Luce.

Ashley: Ele se mudou para cá faz um tempo, L.
Christian: Desinformada você, ein?
Luce: Só porque não sei onde o "Justin Bieber" mora? Tá.
Christian: Ele é nosso amigo, Luce. Era o seu também.
Luce: Muito bem, você disse tudo, ele era.
Ashley: Ok, vamos mudar de assunto! Ei L., nós vamos morar no apartamento ao lado.
Luce: O QUÊ?!
Christian: Isso mesmo, compramos um apartamento para nós dois também.
Ashley: Nos mudamos há pouco tempo. Chris está estudando numa faculdade aqui perto, e eu num colégio aqui perto. Achamos melhor nos mudarmos, Stratford não tem tantas faculdades boas. Tivemos a ideia de comprar um apartamento para você também, como presente de aniversário, para ficar perto dos amigos, e como Orlando é perto daqui, não teria problema. Falamos com sua mãe, e ela achou uma boa ideia, e Erik topou na hora, e disse que poderia cuidar de você, já que você não tem 18, mas ele tem 21.

Olhei para ela e reformulei tudo que disse.

Christian: Mas se não quiser morar aqui, tudo bem...
Luce: CLARO QUE EU QUERO!
Stella: Tudo isso está ótimo, mas vou ter que ir. Deixei Claire com Anna, mas preciso resolver algumas coisas.

Anna era nossa secretária mais confiável da casa. Além de cuidar de Claire (e de mim, haha), ela me aconselhava, e me ajudava em tudo. Se Anna não ficasse para cuidar de Claire enquanto minha mãe estivesse fora, não sei o que seria.

Luce: Ok, mãe. Quando vem me visitar?
Stella: Próximo final de semana, se der. Tchau Luce, amo você.
Luce: Também amo, mãe. Obrigada por esse apartamento, por tudo.
Stella: Nada Luce, você merece. Cuide bem dela, ok Erik?
Erik: Claro que sim.

Olhei para ele e foi ali que percebi que ele não tinha falado nada até agora.
Sorri para ele e ele piscou para mim.

Stella: Oh, eu realmente tenho que ir. Espero que tenha gostado, Luce.
Luce: Eu amei. Obrigada.
Stella: Tenho que ir... Depois eu ligo, ok? Tchau gente!

Minha mãe saiu de lá apressada. Eu não sabia que deixá-la seria tão difícil. Senti como se algum vazio tinha se aberto dentro de mim. Mas ela iria me ver.

Ashley: Bem, nós vamos... hum, para casa.
Christian: Mas eu queria ficar e...

Ashley beliscou Chris, fazendo com que ele se calasse e abrisse a porta para ela sair primeiro.

Ashley: Depois a gente conversa, L. Vou deixar os pombinhos à sós.

Ashley olhou para mim e balançou a sobrançelha como se estivesse dizendo: "Pegou um, ein amiga!"
Ri, e depois sorri para eles quando a porta se fechou.

Erik: Oi, amor.

Sorri para ele e o abracei forte. Eu poderia estar com raiva dele por não ter me ligado nas últimas 2 semanas, mas afinal de contas, eu estava morrendo de saudades.

Como se lê-se meus pensamentos, Erik disse sussurando em meu ouvido:

Erik: Eles não deixaram eu falar nada. Queriam deixá-la curiosa e talvez irritada. Por isso que não retornei à suas ligações. Desculpa.
Luce: Não é culpa sua. Senti sua falta.
Erik: Eu senti sua falta três vezes mais.

Ainda em seus braços, Erik me beijou. E eu realmente havia esquecido de como seu beijo me deixava tonta. Tomando fôlego, perguntei:

Luce: Como foi a viajem? E os shows?
Erik: Péssimos.
Luce: Por que?
Erik: Você não estava lá. Quer mais algum motivo?
Luce: Awn. Eriquinho, acho que vou dar uma olhada na minha casa...

Erik riu. Ele achava engraçado quando eu o chamava de Eriquinho.
E eu ainda não tinha visto meu novo apartamento.

Erik me soltou, mas manteve sua mão em minha cintura.

Olhei ao meu redor e fiquei admirando a sala de estar. Era realmente linda.
Fui para o corredor com Erik do meu lado. Abri uma das portas e vi que era um quarto.

Erik: Esse é meu quarto. O seu é o do lado, mas acho que não precisa disso...

Olhei para ele e vi malícia em seus olhos. Tanto ele, quanto eu, sabíamos que íamos dormir no mesmo quarto. Mas eu sabia que minha mãe não deixaria um quarto só para nós dois, mesmo ela confiando tanto em Erik para deixá-lo morar comigo.

Minha mãe conhecia Erik há muito tempo. Muito mesmo. Era melhor amiga de sua mãe e foi aí que nos conhecemos e começamos a namorar. Se não fosse Erik, minha mãe não deixaria mais nenhum garoto morar comigo.

Abri a porta ao lado. Meu quarto era lindo.

Erik: Eu que ajudei na decoração.

Erik sorriu, orgulhoso. Apesar de tocar guitarra e ser o vocalista da sua famosa banda de rock, "The Roots", ele gostava de decorações.

Luce: Está lindo. Obrigada.
Erik: Sem problema. Vamos assistir um filme? Tô doido para ver Tv na televisão que comprei.
Luce: Claro, mas eu pensava que você tinha chegado há muito tempo...
Erik: Cheguei uns 10 minutos antes de você chegar. Consegui convencer os caras da banda a sair mais cedo.

Sorri para ele e lhe dei um selinho. Saimos do meu quarto e fomos para a sala.
Ligamos a Tv e ficamos assistindo um filme, cujo nome não sei. Ficamos tão grudados e conversavamos sobre tudo que nem assistimos o filme direito.
Almoçamos qualquer coisa que tinha na geladeira e depois fui ler um livro e Erik foi tocar uma música em seu quarto, quando ele saiu do quarto e veio falar comigo.

Erik: Linda, preciso sair.
Luce: Ah, ok. Para onde você vai?
Erik: Nathan ligou para mim dizendo que vai ter ensaio na casa dele.

Suspirei. Nathan era o baterista de sua banda e ele sempre dava em cima de mim. Nos conhecíamos desde que eles formaram a banda. Erik sempre dizia que era só brincadeira dele, e Nathan confirmava. Mas de alguma forma, eu sabia que não era.

Luce: A casa dele é em Atlanta?
Erik: Não. É em Monroe, cidade vizinha de Atlanta. Vou de moto.
Luce: Tá, tome cuidado.
Erik: Claro, de noite eu volto. Te amo, sabe né?
Luce: Já sabia. Também amo bebê.

Erik me deu um selinho, colocou sua jaqueta de couro e saiu.

* * *

Já eram 22:00 e Erik não tinha chegado.
Tomei um demorado banho, e vesti um pijama meio curto.

A campanhia tocou, então coloquei um vestidinho por cima do pijama para atender quem fosse.

Abri a porta e primeiro vi uma garota de cabelos morenos, da minha altura, com um sorriso forçado na cara. Depois olhei para quem parecia seu namorado, e tive vontade de bater a porta na cara deles, mas sorri para recebê-los.

Luce: Oi.
Justin: Cinderela!

Cerrei os dentes. Eu odiava quando ele me chamava de Cinderela. Ele achava de alguma maneira que o "Cinda" de Lucinda parecia com Cinderela.

Luce: Lucinda.

Olhei para a garota ao lado e logo a reconheci por também ser famosa.

Justin: Ah, desculpe. Selena, Luce. Luce, Selena.
Selena: Oi! Viemos lhe dar boas vindas, mas agora, infelizmente, temos que ir.
Luce: Que pena.
Justin: Temos uma festa para ir. Selena, pode ir na frente, ok? Quero falar uma coisa com Luce.
Selena: Tudo bem. Vou estar te esperando no carro.

Selena puxou Justin e lhe deu um beijo. Faltava pouco para ela engoli-lo.
Depois do beijo, Selena foi para o elevador e sumiu.

Justin: Seu namorado saiu?
Luce: Justin, não tenho tempo para isso.
Justin: Pode repetir?
Luce: Eu disse que não tenho tempo para isso.
Justin: Putz, você me dirigiu a palavra sem um xingamento?!
Luce: Fala sério Bieber. Vou costurar meias, tchau.

Justin riu num tom de zombação.
Eu não ia costurar meias, eu nem sabia colocar o fio na agulha. Mas essa foi a melhor desculpa que consegui encontrar.

Justin: Você prefere costurar meias à falar comigo?
Luce: Quer mesmo que eu responda?
Justin: Não precisa. Eu prefiro beijar um mendigo à falar contigo.
Luce: Tenho pena do mendigo.
Justin: Tenho pena das meias.

A buzina de um carro apitou e pela cara que o Justin fez, era sua namoradinha apressada.

Luce: Acho melhor você ir. Sua namoradinha vai ficar irritada.
Justin: É. Até logo, cinderela.
Luce: Não seja legal comigo.
Justin: Não tô sendo legal, tô sendo educado.
Luce: Vindo de você é a mesma coisa.
Justin: Eu nem deveria ter vindo, não é?
Luce: Nisso eu concordo.
Justin: Tô indo, não sinta a minha falta.
Luce: Como se isso fosse possível.
Justin: Cuidado para não se furar costurando as meias. Do jeito que você costura bem...


Justin se virou e saiu. Respirei fundo para não correr até o elevador ainda aberto e puxá-lo pelos cabelos.

Luce off.
-

Mínimo 10 comentários para o próximo cápitulo! :)


.............................................................................................................
Oi amoras, tudo bem? :)
Estão gostando? Quero respostas!
Próximo cápitulo vocês vão entender porque Luce e Justin se odeiam! haha s2

Saindo divinas, amo vocês.

Sigam : @iBieberOur s2

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Everything I Ask For - 1º Cápitulo

Oi dlçs, Amanda aqui. Como estão? Primeeeiro cápitulo *-* awn.
Pra quem não viu, clica aqui para ler a Sinopse e ver os personagens.

-
Luce on.

Minha mãe me acordou para sairmos de casa às 7:00 da manhã. DA MANHÃ. Eu realmente não estava acostumada a acordar nessa hora em pleno sabádo, mas minha mãe cismou que tínhamos que ir logo. Para onde? Eu ainda tô tentando saber. Mas eu não me importava muito com isso.

Já estou muito acostumada com mudanças, e mais uma não vai mudar em nada.

Stella: Levanta logo, Luce, temos que ir. Vamos sair às 7:30.
Luce: Mãe, deixa eu ficar aqui só mais 5 minutos...
Stella: Nem mais 5 segundos. Levanta.

Olhei para minha mãe, implorando para que deixasse eu ficar lá, nem que seja por mais um segundo. Ela suspirou e estendeu a mão para me puxar da cama.

Suspirei, e estendi minha mão.

Com a ajuda da minha mãe, me levantei, e fui direto para o banheiro.
Me olhei no espelho e vi que estava com umas olheiras enormes.

Me arrumei, (roupa) e por fim, passei pó na cara para tentar esconder as olheiras.
Saí do banheiro, quando um pensamento me veio a cabeça. Fazia 3 dias que eu não falava com meus melhores amigos. Ashley e Christian. Eu sempre ligava para os dois quando dava, mas fiquei ocupada nesses dias por causa da mudança.

Peguei meu celular, e disquei o número da Ash. Era cedo para ligar, mas não importava. Depois de duas chamadas, ela me atendeu.

Ashley: Alô?
Luce: Olá, bitch.
Ashley: Oi L. Não posso falar agora. Tô um pouco ocupada...
Luce: Ah. Ocupada com o quê?
Ashley: Com uma coisa aqui...
Luce: Que coisa?
Ashley: Uma... coisa.

Ouvi uma voz masculina vindo do fundo. Christian.

Luce: O Chris está aí? Passa para ele!
Ashley: Não é uma boa ideia, L. Estamos ocupados. Depois te ligo, ok?

Ouvi novamente a voz de Christian, dessa vez falando meu nome.

Christian: É a Luce xuxu?
Ashley: É. Não me chama de xuxu, Christiano.
Christian: Não me chama de Christiano, esse nem é meu nome!
Ashley: Tanto faz. Não me chame de xuxu.
Christian: Mas você é meu xuxu.
Ashley: Você me irrita. Luce, Vamos continuar fazendo a... coisa, depois te ligo. Tchau.

Tu Tu Tu...
Coloquei meu celular no bolso e fiquei me perguntando o motivo para estarem tão estranhos.

Christian e Ashley moram em uma pequena cidade do Canadá. Qual o nome mesmo? Começa com "S"... Stratford! E eu não teria os conhecido se não fosse pelo divórcio dos meus pais. Ok, isso não é bom, mas se meu pai não tivesse se mudado para Stratford, e eu não tivesse o visitado várias vezes, não teria conhecido Ashley e Christian.

Eu os conhecia desde os 8 anos de idade, e Christian e Ashley são amigos de infância. Os dois brigam demais, desde aquela época. Mas eles se amam, e começaram a namorar fazia 2 anos.

Ok, tenho que admiti que isso parece um pouco com iCarly. Três melhores amigos, a "Sam" vive brigando com o "Freddie", mas no final descobrem que se amam. Pena que comigo é diferente.
Meu namorado, o "Erik gostosão", como as vadias do meu colégio o chamam, ainda não retornou às minhas ligações. Ele devia está lá, tocando com a banda dele, se divertindo, enquanto estou aqui, acordando cedo num sabádo.

Meus pensamentos foram interrompidos com o grito da minha mãe.

Stella: LUCE! JÁ VAMOS PRO CARRO!

Íamos viajar de carro?

Desci as escadas apressada e vi que realmente íamos de carro. Entrei no carro, e vi que só haviam duas malas no banco de trás. Não era o sufuciente para 3 pessoas, era?

Luce: A Claire não vai?
Stella: Depois eu busco sua irmã. Tem uma coisa para resolver, hãn... Na escola.

Olhei para minha mãe desconfiada.

Luce: A Claire não tem aula no sabádo. Ela só tem 5 anos.
Stella: Eu sei, mas vai ter meio que uma... festa lá, e eu vou ter que ir. Por isso que só tem suas coisas aqui.

Encarei minha mãe com os olhos apertados.

Luce: Não é melhor irmos todas juntas?

Ela me acordou Às 7:00 para isso?

Stella: Chega de perguntas. Vamos, ou melhor, você vai agora.
Luce: Ok, tanto faz.

Suspirei e ela deu a partida. Coloquem meus fones de ouvidos e 5 segundos depois adormeci.

* * *

Stella: Acorda, Lucinda. Chegamos.

Abri os olhos e fiquei cega por alguns segundos por conta do sol. Olhei pela janela do carro e vi um lugar totalmente desconhecido.

Luce: Aonde estamos?
Stella: Atlanta.

Está esplicado porque vimos de carro. Orlando ficava bem próximo de Atlanta. Mas eu realmente não esperava vim para cá.

Luce: O trabalho te transferiu para Atlanta? Bem próximo de Orlando? Tá falindo ein, mãe.
Stella: Meu trabalho não me transferiu para Atlanta.
Luce: Então por que estamos aqui?

Minha mãe não respondeu. Abri a boca para falar, mas decidi que era melhor não.
Ela dirigiu mais um pouco, e fui vendo que a cidade era linda. Mas se não íamos morar aqui, o que viemos fazer?

Até que ela parou o carro em frente à um portão de uma casa enorme.

Luce: Onde estamos?
Stella: Casa de um amigo.
Luce: Que amigo?

Novamente, ela não me respondeu. Suspirei, e olhei ao redor, em frente a casa tinha um prédio enorme. (prédio)

Minha mãe desceu do carro, e fiz o mesmo.

Stella: Luce, você se importaria de ir à uma loja de bebidas aqui perto?
Luce: Mãe, eu não bebo, se lembra?
Stella: Não é para você, é para meu amigo, esqueci de comprar um presente, ontem foi seu aniversário.
Luce: O que quer que eu compre?
Stella: Compre o vinho mais caro que tiver. Toma aqui o cartão.

Minha mãe tirou de seu bolso um cartão e me entregou.

Luce: Onde fica essa loja?
Stella: Descendo a rua. Logo você vai ver.
Luce: Ok. Qual o nome do seu amigo?
Stella: Hãn... Bob.

Olhei para minha mãe desconfiada, e logo em seguida começei a andar. E se esse tal de Bob, fosse mais um namoradinho 'interessado' em minha mãe?

Respirei fundo e afastei esse pensamento. Caminhei mais um pouco até encontrar a loja.

Luce off.
-

Stella tocou a campainha. 3 segundos depois, Ashley e Christian abriram a porta.

Christian: A minhoca já tá no casulo?

Ashley revirou os olhos e lhe deu um leve tapa na cabeça.

Stella: Foi para uma loja de bebidas. Vamos?
Christian: Tem que falar assim tia: Vamos pro casulo?
Ashley: Para de falar em códigos, idiota. Ela não tá por perto.
Christian: Tá vendo como ela me ama, Stella?

Christian olhou para Ashley, e ela e Stella riram.



Stella: É melhor irmos andando para não nos atrasarmos.
Christian & Ashley: Ok.

Christian abraçou Ashley segurando em sua cintura, enquanto Ashley conversava com Stella sobre sua viajem.

-
Luce on.

Saí da loja de bebidas, com o vinho caro que minha mãe pediu, agora estava voltando para a casa do tal amigo da minha mãe.

Olhei e.... Nada. Ela não estava mais ali, nem o carro estava mais ali.
Fiquei um pouco desesperada, mas toquei a campanhia da casa do amigo da minha mãe.

2 segundos depois, alguém falou algo, mas não abriu a porta.

XXX: É a Luce? Sua mãe está no prédio em frente, te esperando.
Luce: Quem é?

Fiquei surpresa ao perceber o quando essa voz me era familiar. Mas eu não conhecia Bob, como podia ser familiar?

XXX: Você não precisa saber agora.
Luce: Preciso saber quem é o namorado da minha mãe.

Encarei a porta como se "Bob" fosse capaz de me ver.



XXX: O quê? Não sou o namorado da sua mãe.
Luce: Então abra a porta e deixe-me ver se você é bom para ela.
XXX: Teimosa como sempre. -sussurrou, mas consegui ouvir.
Luce: O quê?
XXX: Não disse nada. Vá para o prédio, o porteiro dirá onde ela está. Fui.

Ouvi passos de alguém andando para o sentido contrário, cujo o som logo morreu. Me afastei com um pouco de medo (sou retardada, mas podia ser um pedófilo, não?), e fui em direção do prédio. Era minha última escolha, e eu não tinha nada a perder.

Fui ao encontro do porteiro do prédio, e quando eu ia falar, ele imediatamente falou:

Porteiro: Lucinda Heffer? Sua mãe está te esperando no apartamento 5A. Por ali, por favor.

Ele apontou com a mão no sentido direito. Olhei assustada para ele, mas fui na direção em que apontou.
Ok, o que estava contecendo por aqui?

Subi as escadas, estava um pouco nervosa para encontrar o elevador, e finalmente chegando no 5º andar, e tocando a campainha do 5A, minha mãe abre a porta e... Não pode ser.

Luce off.

-

Mínimo 10 comentários para o próximo cápitulo! :)

.............................................................................................................................
Eai lindonas?
Gostaram? Odiaram? Tá uma droga? Digam nos comentarios, ok? *-*
Saindo bb's, amo vocês.
Link
Sigam : @iBieberOur s2

domingo, 4 de setembro de 2011

Everything I Ask For - Sinopse e Personagens

Oi tchutchucas, Amanda aqui. (@iBieberOur) como vocês estão?
Então, eu vou começar uma fic, espero que gostem dela, rs. O nome dela vai ser "Everything I Ask For", e a fic "Into your arms", não é minha, só avisando. É da vadia da Natália. (te amo tutu). Então, tá aí:

-

Sinopse
:
Luce on.

Eu realmente não sabia que fazer 17 anos era tão complicado assim. Eu estava no carro, com minha mãe. Minha irmã, Claire, tinha ficado em casa e eu não sabia o porquê. Estavámos nos mudando. Para onde, eu não sabia. Não é ótimo? Já basta a minha mãe querendo me fazer uma "surpresa", e agora meus dois melhores amigos também não queriam dizer o que estavam aprontando. Olhei para minha mãe e ela não tirava os olhos da estrada. Pelo menos de uma coisa eu sei: o tal lugar a qual minha mãe está nos levando deve ser bem perto de Orlando, se não, íamos de avião. Eu realmente não queria sair de Orlando. Eu gostava dali, tinha meus amigos. Mas eu já estava acostumada com as mudanças. Nos mudavamos muito por causa do trabalho idiota que minha mãe tem. Ok, ser uma jornalista muito conhecida não era tão ruim, mas mesmo assim...
Suspirei, e coloquei meus fones de ouvido. Enquanto escutava música no último volume, pensava onde seria nosso próximo lar.

Luce off.
-

Personagens:



Lucinda Heffer - 17 anos

Todos a chamam de Luce. Conquista todos com seu jeito doce, sincero e divertido;
seus melhores amigos são Ashley e Christian, faz amigos facilmente e é muito atenciosa com eles,
e também com seu namorado, Erik. A relação que eles têm, é ótima, apesar da distância, pois ele sempre vive viajando, mas eles sempre arrumam um jeito de se verem.

Clique e veja:



LinkJustin Bieber - 18 anos

Conhecido por ser o famoso astro teen do momento, Justin Bieber é um cara romântico, carinhoso e adora fazer os outros rirem. Está sempre rodeado por paparazzis, o que o irrita muito, mas sempre está com um sorriso no rosto. Namora a cantora/atriz Selena Gomez há 2 anos, e o casal já foi nomeado o mais famoso de Hollywood. Mas tudo isso muda, num piscar de olhos.




Erik Stoker - 21 anos

Erik é o tipo de cara que é bad boy e fofo ao mesmo tempo. Bad boy porque toca numa banda de rock, por isso sempre está viajando. Fofo, porque trata as garotas,e principalmente sua namorada, Luce, como uma princesa. Está sempre fazendo shows, e isso deixa Luce um pouco irritada, mas eles se amam, e por enquanto, isso é o que importa.




Selena Gomez - 20 anos

Selena é um doce de pessoa com aqueles que não estão de alguma forma,
atrapalhando-a em algo que queira. Tem muitos amigos, e os trata bem, mas por algum motivo,
trata Luce de uma maneira diferente. É uma famosa cantora/atriz, e namora Justin Bieber, e esse é o maior motivo para ser invejada e odiada por milhões de garotas.




Ashley Broken - 16 anos

Ashley é a melhor amiga de todas para Luce. Apesar da distância entre as duas, sempre estão mantendo contato, passando horas no telefone. Ash é o tipo de amiga que sempre faz a outra dar risadas em momentos ruins, mas o seu ponto fraco é não saber mentir. Ashley namora Christian, e os dois vivem juntos em Stratford. Mas não por muito tempo.




Christian Beadles - 18 anos

Christian é conhecido por ser um dos melhores amigos de Justin.
Chris é do tipo de cara que sempre está presente quando algum de seus melhores amigos está com problemas. Chris tem um certo charme que faz com que a maioria das garotas suspirem e cause cíumes em sua namorada, Ashley.


Mais personagens: Chaz Somers, Caitlin Beadles, Ryan Butler, Pattie Mallette, Jeremy Bieber, Jazmyn Bieber, Jaxon Bieber. [...]

-

Mínimo 10 comentários para o 1º cápitulo! :)

........................................................................................................

Está aí, espero que gostem. Me desejem sorte, porque com essa criatividade que eu tenho... HSUAHSA. -.-
Espero que gostem dessa fic, eu ia postar amanhã, mas a Natália não postou ontem, então.. ¬¬. (você sabe que eu te amo)

Vou sair luvies, amo vocês *o*


Siga: @iBieberOur s2

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Mais aviso!

Oi gente, e aí?
Aqui é a Natália, melhor amiga da Amanda.
Eu só queria avisar que eu criei um blog, e vou postar uma história lá, além da que eu vou postar aqui.
O meu blog é esse, e espero que gostem.
Beijos, Natália.